17/05/2018

Açudes ampliam oferta de água em Lagoa do Barro do Piauí

Comunidades em situação de vulnerabilidade social são beneficiadas com obras

A Atlantic Energias Renováveis em parceria com a Cortez Engenharia, empresa de obras civis contratada, fez a construção e melhoria de 34 açudes em Lagoa do Barro do Piauí, município do sertão nordestino que recebe a implantação do Complexo Eólico Lagoa do Barro.

Conhecidos como “barreiros”, os açudes foram instalados nos melhores pontos para captação de água das chuvas, ampliando assim a oferta para comunidades rurais que se encontram em situação de vulnerabilidade social e residem próximas ao empreendimento da Atlantic.

“Os barreiros ajudam a minimizar os efeitos da seca na região, principalmente nos períodos de estiagem, e garantem um bom volume de armazenamento”, explica o especialista em contratos da empresa, João Batista.

No início de 2018, a chegada das fortes chuvas em Lagoa do Barro do Piauí foi suficiente para os açudes atingirem capacidade total de armazenamento. Com isso, os moradores podem utilizar a água dos reservatórios para abastecimento pessoal, tratamento de animais e cultivo de pequenas plantações.

Piscinões do sertão

Cada açude possui em média 20.000 m³ de volume, o mesmo que 20 milhões de litros d’água. “Para se ter uma ideia, os barreiros têm oito vezes o volume de uma piscina olímpica oficial, que possui 2.500 m³”, compara o analista de sustentabilidade da Atlantic, Bruno Kimio Koga. “As comunidades aqui de Lagoa do Barro do Piauí têm acesso extremamente difícil à água. Nos períodos de escassez, esses açudes serão essenciais para todos”, finaliza.

Os açudes foram batizados com os nomes dos proprietários que cederam o terreno para a sua instalação. Assista ao vídeo abaixo e conheça alguns dos barreiros construídos pela Atlantic Energia Renováveis: