29/03/2019

Atlantic no Windpower Tech Brazil

Destaque para case de sucesso em implantação de parques eólicos

O principal desafio ligado à implementação de projetos eólicos é colocá-los em operação comercial dentro do planejado para garantir o atendimento contratual, enfatiza Armando Barros, Gerente Obras e representante da Atlantic no Windpower Tech Brazil 2019, realizada na última semana em São Paulo.  

Palco de debate de grandes temas ligados à tecnologia, engenharia e operação de parques eólicos brasileiros, a oitava edição do fórum prático foi uma oportunidade de compartilhar a expertise da Atlantic com o mercado. Tarefa desempenhada pelo Gerente de Obras da empresa com a palestra ‘Principais Desafios na Implantação de Parques Eólicos’.

No evento, ele apresentou o mais recente case de sucesso da Atlantic, o Complexo Eólico Lagoa do Barro, com 195 MW de potência instalada, e observou: “Inicialmente, tivemos um grande desafio em adaptar os projetos executivos  devido às condições geográficas da área para viabilizar a implantação dos aerogeradores. Também destacou os quatro principais obstáculos da obra. Primeiro foi a otimização do volume de terra transportado dentro do empreendimento, uma vez que está localizado em uma área montanhosa de 2.854 hectares, onde estão distribuídos 65 aerogeradores.

Depois, com relação à maior linha de transmissão construída pela Atlantic até o momento, de 230 kV e com 88 quilômetros de comprimento, que foi viabilizada mediante a contratação interna do projeto executivo, materiais e empresas para realizar os serviços.

Armando também destaca a complexidade do processo de energização da subestação coletora e dos aerogeradores que influencia diretamente no atendimento das operações comerciais de todos os parques.

E por fim, o cuidado com os temas sociais e ambientais na região do Complexo. Dentre as principais ações foi priorizar a contratação de mão de obra local, qualificação de profissionais locais nas áreas administrativas e construção civil, realização de barracões de saúde, construção de barreiros, entre outros.

Em Lagoa do Barro, assim como em seus demais empreendimentos, a Atlantic trabalha com processos baseados nas boas práticas de gerenciamento de projetos enfatizados no guia PMBOK. Processos que, aplicados atualmente, segundo o gerente, fornecem excelentes resultados no que diz respeito ao monitoramento e controle de todos as atividades desenvolvidas na construção do projeto eólico.

A performance da implantação do segundo maior complexo eólico da empresa não poderia ser diferente. “Conseguimos adiantar a entrada em operação comercial de alguns parques, originando a venda de energia antecipada”, conta Armando, bastante satisfeito com o atendimento aos prazos estipulados inicialmente.

A excelência da Atlantic é consequência da manutenção do conhecimento e da vivência de implantações de projetos eólicos e do que chamamos de Lessons Learned, que gera melhorias contínuas a cada novo projeto, além do engajamento de todas as áreas ao seu plano estratégico. “Um ponto que sempre gosto de ressaltar com a minha equipe é a importância do trabalho em time, integração entre as áreas e principalmente ter postura e olhar de dono”, finaliza o Gerente de Obras.