01/06/2020

CGN Brasil Energia investe R$ 1 bilhão em novo empreendimento na BA

Complexo Eólico Tanque Novo terá sete centrais eólicas

A CGN Brasil Energia (CGNBE) conquistou, no início de maio, autorização do Ministério de Minas e Energia (MME) para implantar sete novas centrais eólicas, que formarão o Complexo Eólico Tanque Novo, localizado entre os municípios de Tanque Novo e Caetité, na Bahia. O investimento previsto nesse empreendimento é de R$ 1 bilhão.

O complexo é formado pelas usinas Aura Caetité 1, 2, 3, 4 e Aura Tanque Novo 1, 2 e 3. Elas foram incluídas no Regime Especial para o Desenvolvimento da Infraestrutura (Reidi) e enquadradas como projetos prioritários. Juntas, as sete centrais eólicas preveem capacidade instalada total de 159,2 Megawatts (MW), contratados no leilão A-6/2019. A energia será produzida por 35 aerogeradores – a CGNBE ainda negocia a contratação da fabricante.

Para o vice-governador e secretário de Desenvolvimento Econômico da Bahia, João Leão, a iniciativa tem grande significado para o Estado. “Quando um empreendimento consegue ser incluído no regime especial federal, ele fica isento de PIS e Cofins, tornando a empresa mais competitiva e viabilizando seu investimento no Estado. A inclusão é importante para nós, pois as energias renováveis geram emprego e renda, em especial no semiárido baiano, onde temos a maioria das instalações”, revela.

Com isso, a CGNBE obteve isenção de aproximadamente R$ 56,4 milhões, que envolvem encargos PIS/PASEP e Confins, previstos pelo Reidi. O valor total do aporte dos projetos gira em torno de R$ 686,9 milhões. 

Para o Deputy Chief Executive Officer (DCEO) da CGNBE, Gabriel Luaces, os novos investimentos da empresa abrem portas para o futuro. “A obtenção das outorgas e o enquadramento dos projetos como prioritários é um passo a mais no caminho que começamos em 2019. Isso coloca a CGNBE como uma das maiores empresas de energias renováveis, não somente no Brasil, mas também na América Latina”.

Luaces observa ainda que “a notória capacidade técnica herdada da Atlantic Energias Renováveis, junto com o suporte de um grupo com alto prestígio e reconhecimento global no setor, como é a CGN Energy International, garantem a melhor das bases para enfrentar o atual cenário, que é desafiador.”

Atlantic Energias Renováveis agora é CGN Brasil Energia

Em 2019, a CGN Energy International Holdings negociou a compra da Atlantic Energias Renováveis, que pertencia à Actis, uma gestora britânica de fundos de private equity. A CGNBE assumiu 100% os negócios da empresa, que possui 642 MW em potência instalada por meio de projetos eólicos nos estados do Piauí, Rio Grande do Norte, Bahia e Rio Grande do Sul. A CGNBE agora segue na estratégia de ampliar sua carteira de ativos no Brasil e na América Latina.