15/06/2017

Dia Mundial do Vento: setor eólico sopra sustentabilidade para o Brasil

Setor movimentado pela força dos ventos já implantou 424 usinas no Brasil, alcançando uma capacidade instalada de 10.394 megawatts em 2017

O Dia Mundial do Vento (Global Wind Day), comemorado em 15 de junho, tem objetivo de reforçar a importância do desenvolvimento de uma matriz elétrica com maior participação das energias renováveis e sustentáveis, sobretudo quando se trata da energia eólica, fonte que mais cresce no Brasil.

O país está entre os maiores produtores de energia eólica do mundo, pois os ventos − com destaque para a região Nordeste − apresentam características que potencializam a eficiência: são predominantemente unidirecionais, constantes, com velocidades altas e não têm turbulências ou condições extremas, gerando maior aproveitamento dos aerogeradores.

Um exemplo maior sobre o crescimento do setor são os números. Em 2017, a soma das usinas eólicas implantadas em solo brasileiro chegou a 424 e uma capacidade instalada de 10.394 MW (megawatts). Para se ter uma ideia, em 2013, no mesmo período, havia 93 usinas eólicas e uma capacidade instalada de 2.045 MW*.

De acordo com o Plano Decenal de Expansão de Energia, elaborado pela Empresa de Pesquisa Energética (EPE), a previsão é que até 2024 a matriz de capacidade instalada da fonte eólica chegue a 24 GW (gigawatts).

Atlantic Energias Renováveis

A empresa contribui para o crescimento da energia gerada pelas ventos no Brasil. Possui quatro empreendimentos em operação: Parque Eólico Eurus II e Parque Eólico Renascença V (Rio Grande do Norte); Complexo Eólico Morrinhos (Bahia) e Complexo Eólico Santa Vitória do Palmar (Rio Grande do Sul). Outra novidade da empresa, o Complexo Eólico Lagoa do Barro (Piauí), começou a ser implantado neste mês de junho.

Com foco na redução de impactos ambientais, no desenvolvimento das comunidades e na segurança dos colaboradores em todas as regiões onde atua, a empresa tem a sustentabilidade como fator indissociável em sua estratégia de negócios.

*Dados do Boletim Mensal de Monitoramento do Sistema Elétrico Brasileiro, elaborado pelo Ministério de Minas e Energia (abril de 2013/2017).