24/03/2016

Energia eólica ultrapassa a nuclear

Pela primeira vez a energia eólica atinge 432.42 GW enquanto a nuclear se mantém com 382.55 GW

A energia elétrica gerada a partir da força dos ventos mostra que veio para fazer diferença no setor de energias renováveis. Pela primeira vez na história, a capacidade de geração de energia eólica ultrapassou a nuclear. De acordo com instituições ligadas ao setor energético, como Global Wind Energy Council e World Nuclear Association, a geração eólica global atingiu 432.42 gigawatts (GW) no final de 2015, ao mesmo tempo em que a capacidade nuclear manteve-se em 382.55 GW.

No mundo, a energia eólica cresceu 17% em comparação ao mesmo período do ano anterior, e os novos parques eólicos representaram 63.01 GW em 2015, o correspondente a 60 reatores nucleares. Na liderança do mercado global de energia gerada pela força dos ventos está a China, com 145.10 GW de capacidade instalada, seguida por Estados Unidos (74.47 GW), Alemanha (44.95 GW), Índia (25.09 GW) e Espanha (23.03 GW).

No Brasil, a matriz elétrica iniciou o mês de fevereiro deste ano com 9 GW de capacidade eólica instalada, o que representa uma participação de 6,3% dessa fonte na matriz, enquanto a energia nuclear representa 1,4%. Os números foram apresentados no Boletim de Dados – Fevereiro de 2016 – da Associação Brasileira de Energia Eólica (ABEEólica).