24/09/2018

Iniciativa protege Caatinga brasileira

Mais de 20 mil mudas retornarão à natureza

A importância de preservar o meio ambiente é indiscutível. Para isso, mais do que debates, são necessárias ações efetivas. O 6º capítulo da série #AtlanticSustentável mostra um exemplo claro de iniciativa que cumpre essa finalidade: o Reflorestamento de Matas Nativas.

Em paralelo às obras do Complexo Eólico Lagoa do Barro, no Piauí, a Atlantic Energias Renováveis está desenvolvendo, desde janeiro de 2018, o Viveiro de Mudas Nativas da Caatinga – bioma que só pode ser encontrado no Brasil, mais especificamente no Nordeste e no norte de Minas Gerais. No período, 20.460 mudas germinaram (nasceram e estão em desenvolvimento), foram produzidas por meio da semeadura direta com a aplicação da quebra de dormência para algumas espécies, abrangem um total 24 espécies. Entre elas estão nomes populares como o Umburana de Cambão, Catingueira, Jacarandá e Ipê-roxo.

O transplante da vegetação proveniente do viveiro para as áreas que passaram por intervenção começou na última semana de maio e, atualmente. A fase de manutenção no viveiro está sendo colocada em prática: as mudas têm suas raízes podadas para evitar seu “enovelamento” e, duas vezes ao dia, são irrigadas. Após todas serem realocadas, chega a hora do monitoramento e das práticas de sustentação, que têm o objetivo de zelar pela recomposição integral dos locais e assegurar a integração da biodiversidade.

O projeto é uma das principais ferramentas do Plano de Recuperação de Áreas Degradadas (PRAD) e tem papel fundamental para que ocorra a regeneração do ecossistema impactado.

Nesse ínterim, o propósito da Atlantic em proteger a vegetação nativa e garantir a normalidade do ciclo de vida da natureza fica em evidência e é seguido a partir de planejamento e otimização de recursos. O Viveiro de Mudas Nativas da Caatinga é mais uma prova do comprometimento da companhia com seus valores sociais e ambientais.

Confira as fotos e o vídeo do projeto de Reflorestamento de Matas Nativas: