21/02/2018

Obra do Complexo Eólico Lagoa do Barro avança em diversas áreas

65% das atividades relacionadas com as fundações dos aerogeradores já estão concluídas no segundo maior empreendimento da Atlantic

Com os avanços apresentados na construção da linha de transmissão, fundações dos aerogeradores, da fábrica de torres, acessos internos e subestação coletora, as obras gerais do Complexo Eólico Lagoa do Barro começam fevereiro com valores próximos a 40% concluídas.

A construção dos acesso que ligam os oito parques do complexo está com bom andamento e apresentado os valores: dos 45 km de vias, 37.5 km estão em fase de finalização. A previsão é que até abril deste ano, os acessos internos, distribuídos em uma área de 2.854 hectares, estejam totalmente finalizados.

Os dados referentes às bases onde serão instalados os 65 maiores e mais potentes aerogeradores do Brasil também são otimistas: 52 fundações foram escavadas, 38 foram concretadas e 21 plataformas para a montagem estão em fase de finalização. Segundo o gerente de obras, Armando Barros, “a finalização das concretagens das fundações está programada para meados de abril”.

O status da linha de transmissão, que terá 88,1 km de extensão, é de 56.6% de conclusão. “Em fevereiro, continuam sendo realizadas as fundações, montagem das estruturas metálicas e o lançamento de cabos condutores em paralelo”, afirma Armando.

Em relação à subestação coletora, as obras estão na fase de obra civil com a realização das fundações das edificações e estruturas. Até o início deste mês, foram executadas as fundações dos equipamentos do pátio e da casa de comando da subestação coletora. Quando o complexo estiver em operação, a subestação elevará a energia gerada à tensão de 230kV para transmissão ao ponto de conexão, localizado em São João do Piauí.

A implantação da fábrica de torres também teve avanço significativo. Iniciaram-se as obras nas fundações das edificações, o que inclui os escritórios, laboratório de concreto e o galpão industrial. Está em andamento, também, a construção da usina de concreto onde serão produzidas as peças que formam as estruturas dos aerogeradores.

Confira as fotos da obra: