09/01/2017

Parques Eólicos da Atlantic completam 2 anos de operação no RN

Eurus II e Renascença V, ambos com 30 megawatts (MW) de potência instalada, contribuem para fazer do Estado o maior produtor de energia eólica do país

Os projetos eólicos da Atlantic Energias Renováveis Eurus II e Renascença V, localizados respectivamente em João Câmara e Parazinho, completam neste mês dois anos desde o início das operações no estado do Rio Grande do Norte. Juntos, contribuem com uma capacidade total instalada de 60 MW, o suficiente para abastecer 20 mil residências.

O Rio Grande do Norte é destaque no mercado de energia eólica e permanece como maior produtor dessa fonte no país, com a geração de 1.580 MW médios em outubro de 2016 − aumento de 49,52% em relação ao mesmo período do ano anterior*.

A Atlantic contribui para garantir o crescimento e a estabilidade do sistema elétrico do Rio Grande do Norte. Em junho de 2016, os dois Parques Eólicos da empresa bateram recorde de fator de capacidade com a marca de 61% − o mais alto do estado**.

Um dos principais motivos de influência direta no fator de capacidade de um projeto é a condição dos ventos, que muda conforme as estações do ano. No Rio Grande do Norte há períodos mais secos, nos quais os ventos são mais intensos, o que acelera a geração de energia eólica; e períodos mais úmidos, quando a produção diminui por conta da menor ocorrência de ventos.
*Dados da Câmara de Comercialização de Energia Elétrica (CCEE).
**Dados do Boletim Mensal de Geração Eólica (junho/2016), organizados pelo Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS).