20/06/2016

Piauí é destaque no cenário nacional de produção de energia eólica

Estado avança no ranking de maiores produtores de energia eólica do Brasil, ficando atrás apenas de Rio Grande do Norte, Ceará e Bahia

Com abundância de ventos e incidência solar, o Estado do Piauí tem recebido altos investimentos do setor de energia elétrica do mercado nacional e internacional para a implantação de novos empreendimentos. O investimento em energia eólica aquece a economia e a vida das pessoas que moram nas regiões beneficiadas pela presença de companhias de energia limpa e renovável. Proprietários das áreas onde são construídos os parques eólicos são remunerados e reforçam o orçamento com o aluguel de terras cedidas para a instalação dos aerogeradores.

A Atlantic Energias Renováveis assinou em abril de 2016 o convênio de regularização das terras que receberão seu projeto de implantação do Complexo Eólico Lagoa do Barro, localizado no sertão do Piauí. Com investimento de R$ 1,3 bilhão, o complexo receberá oito parques eólicos com potência instalada de 195 megawatts (MW).

Além de garantir o fornecimento de energia renovável para a região, o início das operações do Complexo Eólico Lagoa do Barro, previsto para abril de 2018, trará aumento na arrecadação do ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços), que possibilitará mais investimentos em setores básicos como saúde e educação.

Os benefícios já citados se somam à expectativa de geração de cerca de 900 empregos diretos durante a obra, o que vai gerar um impacto ainda mais positivo para a atividade econômica local.