12/06/2018

Títulos verdes comprovam caráter sustentável de projetos eólicos

Complexos da Atlantic aparecem na lista de beneficiados pelo BNDES

Os projetos da Atlantic Energias Renováveis são sustentáveis desde sua projeção até o completo desenvolvimento. Exemplos disso são os Complexos Eólicos Santa Vitória do Palmar, no Rio Grande do Sul, e Morrinhos, na Bahia, que constam na lista de empreendimentos financiados pelos Green Bonds, emitidos pelo Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) na Bolsa Verde de Luxemburgo.

Mais conhecidos como “títulos verdes”, o investimento é direcionado exclusivamente para financiar projetos novos e existentes de energia eólica e solar.

Para definir os empreendimentos nos quais o montante superior a R$ 3 bilhões de Green Bonds emitidos seria destinado, uma auditoria especializada em questões socioambientais analisou minuciosamente se todos os procedimentos estavam de acordo com a legislação brasileira e com o licenciamento ambiental. A aprovação final foi dada pela Diretoria do BNDES, que escolheu oito.

Entre eles, os Complexos Eólicos Santa Vitória do Palmar e Morrinhos da Atlantic Energias Renováveis atenderam perfeitamente aos requisitos e receberam aporte de R$ 679.380.000 e R$ 494.212.000, respectivamente. “Nossos projetos têm propósitos socioambientais muito fortes e são compatíveis com todas as demandas legais, que são exigências para financiamentos ‘verdes’ desse porte”, explica a Gerente de Comercialização de Energia da Atlantic, Ana Carolina Molina.

Hoje, em plena operação comercial, os dois empreendimentos da Atlantic somam uma potência instalada de 387 megawatts (MW) e reduzem ao ano, mais de 125 mil toneladas de CO2.

Clique aqui para conferir, na íntegra, o primeiro relatório anual Green Bond do BNDES.